quarta-feira, 6 de junho de 2012

Recebendo sem charme

Olá meninas, bem, claro que prometi que eu voltaria, mas não disse com qual frequencia, então tenho certeza que estou perdoada!!!
 Neste ano de casinha, confesso que recebemos poucas visitas, algumas recorrentes, mas todas deliciosas. Nossa primeira visita foi no dia seguinte ao casamento,em plena Lua de Mel. Foram as tias e avó do marido. Perdoadíssimas por aparecem nesta hora tão... delicada, afinal foram convidadas por nós, e a tia Dida viajaria no dia seguinte para João Pessoa e Deus sabe quando voltaria para conhecer nosso ap. Na ocasião, claro que não fizemos nenhuma recepção, além de ser um dia após o casamento, mal tínhamos quatro cadeiras para sentar, nem com esforço daria para receber alguém dignamente.
Depois as irmãs da noiva vieram trazer os presentes que chegaram lá na mamãe, e a recepção foi regada a salgadinhos que vieram da festa, uma bela cervejinha gelada e pipoca de microondas para as crianças. Todas sentadas no chão da cozinha relembrando os "causos" da festa. Foi delicioso. .
O casal casou sem sofá, sem rack e sem tv na sala e postergou a visitação oficial ao ap só após a chegada dos móveis mais esperados. Na época contávamos com um puff vermelho, a mesa e algumas caixas de tralhas na sala.


 Após a chegada dos móveis organizamos dois open houses, o primeiro contou com 6 amigos. O menu foram frios, pastinhas, alguns assados, caipirinha, refrigerante e cerveja... Digamos de passagem, menu super sem graça! No canto da sala montei um lugarzinho com lembranças antigas dos que estiveram lá, nossas fotos, e algumas flores. Alguns convidados não gostaram da homenagem, alegando que naquela época estávam horriveis, cabelo mal cortado, uns gordinhos, outros magricelos, mas a função era se divertir, e relamente rendeu ótimas gargalhadas!


 O segundo open house teve a presença de 12 convidados e duas crianças. Foi muito mais agitado, o menu, o mesmo, com muuito mais cerveja. Rolou um pouco de estresse pois as crianças eram bastante agitadas e sujaram parte de minhas paredes... Mas também foi ótimo!
 

Depois fomos recebendo os amigos aos poucos, e este ano fizemos no nosso aniversário duas reuniõezinhas, sempre com salgadinhos, frios, e bebidas de sempre. Me frustrou o fato e não ter tido mais tempo para bolar pelo menos um menu diferente. Eu acho interessante receber as pessoas, mas não tenho lá muita idéia do que servir, como servir, etc, até que vi um livro que pode ser minha salvação: o livro Receber com Charme, e decidi que será minha próxima aquisição.                       

De repente na minha próxima festinha tenha mais que salgadinhos e pastinhas!

3 comentários:

Anônimo disse...

Haaaaaaaaaaaaaa até que em fim, kkkk estava com muitas saudades.

Márcia Cipriano

Flávia_Anjos disse...

Quando tiver comprado e disposta a executar as dicas... me chama...

Amorinha e Grande Amor disse...

Ei, cara pálida, olha a gente aê!

Minhas ex sobrinhas eram terríveis mesmo, rsrsrs. Eu teria dado uns 5 gritos, mas você recebe nota 10 no quesito paciência.

Agora temos blog também!

beijos,